Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do nada à Fernanda

Eu tinha
NADA
Mas a vida se arruma, ela sempre
ANDA
E do mesmo nada inicial
Somou-se uma letra ao início
NANDA
E com ela redescobri a fé de viver
FÉ NANDA
Mas faltava um meio! Algo entre essa fé e ela,
Sim faltava! Aquilo que faz do amar um Verbo, a ação!
FERNANDA
E já basta...
Augusto Sapienza
Enviado por Augusto Sapienza em 16/12/2006
Código do texto: T320266

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Sapienza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
52 textos (2228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 17:26)