Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do nada à Fernanda

Eu tinha
NADA
Mas a vida se arruma, ela sempre
ANDA
E do mesmo nada inicial
Somou-se uma letra ao início
NANDA
E com ela redescobri a fé de viver
FÉ NANDA
Mas faltava um meio! Algo entre essa fé e ela,
Sim faltava! Aquilo que faz do amar um Verbo, a ação!
FERNANDA
E já basta...
Augusto Sapienza
Enviado por Augusto Sapienza em 16/12/2006
Código do texto: T320266


Comentários

Sobre o autor
Augusto Sapienza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
52 textos (2281 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/21 17:57)