Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENLUARESCIDO

Foi a lua que, outra noite,
Refletida em tua pele,
Enluarou minha alma!
Fez meu poema mais leve...

De tão leve que a palavra,
Feito a pena que flutua,
Partiu num sopro de verso,
Rumo a tua pele de lua...

Outra noite, foi a lua,
Em teu corpo, refletida,
Clareou a minha canção:
Canção "enluarescida"!

Já nem sei o que é pele
Muito menos o que é lua!
Mas, eu sei o que é amor,
Por que minha alma flutua...

Vai virando poesia
O que toca o teu corpo.
Outra noite, foi a lua,
Hoje meu desejo louco!

De tão louco que deliro
E te falo ao pé do ouvido:
- Sente só o meu amor,
Amor "enluarescido"...
Ezequiel da Rosa
Enviado por Ezequiel da Rosa em 24/11/2011
Código do texto: T3354860

Comentários

Sobre o autor
Ezequiel da Rosa
Cachoeira do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
11 textos (494 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 06:05)
Ezequiel da Rosa