Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ladainha para Maria*

Branco dessa noite em pele tua
Pálido de sol em doses cruas
Clamo que me venhas sem verdades

Sem mentiras me empreste tua boca
e me morda sem pedir uma palavra
e me fale sem cobrir um só tecido
Dessa derme que é o caos e a vertigem

que me chore sem saber de onde eu venho
e me inaugure nessa força distraída
e que me cure antes da pele que me veste
e por sorte me maltrate de guarida

O credo dessa noite em solo santo
me pede que eu lhe arraste em canto manso,
Ladainha que se faça por vontade
no suor que se oferece no pescoço

Pagão eu lhe chego feito um bruto
e lhe farto do meu pão de homem só
E me vejo  no teu rosto  de poesia
e me farto no teu corpo de Maria

By Luciane Lopes
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 23/03/2012
Código do texto: T3572064

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 50 anos
1215 textos (65073 leituras)
47 áudios (3156 audições)
1 e-livros (122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 08:40)
Luciane Lopes