Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*A* M* O* R*


[copie e cole o link em seu navegador para ouvir]
http://geocities.yahoo.com.br/mq_mquiteria/luiza.wav

"Quando essa boca disser o seu nome
venha voando
Mesmo que a boca só diga o seu nome
de vez em quando..."
(Vander Lee)


Amor... por amor o quanto é feito,
sangrado, rasgado, um duro relho;
copo de dor, de ciúme, tombado,
por amor a poesia pinga vermelho.

E a gente tomba, se perde, se deita
e mais se chora, se sofre, se morre,
e tanto se alegra, festeja, se ajeita
e mais se tenta, se chama, se corre;

E inteira se vai, se busca e procura,
se vive no esteio, na sanha, loucura,
se desatina, se inventa, vive fissura,

- E mais se quer fazer parte do jogo -
viver em chamas ateando mais fogo,

e é tão bom que se quer tudo de novo...
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 09/02/2007
Código do texto: T374575
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (347478 leituras)
1 áudios (2472 audições)
4 e-livros (3969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 02:13)
Maria Quitéria