Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


A tal ponto...

Despiu-se da tristeza para vestir alegria
Desfilar por aí sem jeito
Visto que faz tempo não usa esta indumentária
É estranho usar o que já não lhe cabe
Parece fora de moda, sem graça,
Mesmo estando correto
Não lhe serve de disfarce.

Todos estão vendo o sorriso amarelo
O brilho nos olhos sem reflexo
Andar desconexo
Em traje de felicidade vai à festa
A rigor lhe falta amor
Não o amor em taça de champagne, mas sim,
Aquele que lhe entristece de saudade...

Jamaveira®


Imagem: Do Google


NA TAÇA ...

O champanhe espumante
A derramar transbordante
Brindar-te amor esfuziante 

SanCardoso



Sorver em silêncio
 
Lágrimas contidas
Do amor que se foi
Marcas da vida
Dolorosa ferida
Que o peito rasga
A alma engasga
Sufoca a esperança
Suprime os versos
Outrora felizes
Hoje sem matizes
Vestidos de cinza
Cercados de medo
Segredos da alma
Que nada acalma.
 
 Ana Stoppa.



Obrigado amigas queridas pelas maravilhosas interações.  Jota
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 11/07/2012
Reeditado em 13/07/2012
Código do texto: T3771473
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 65 anos
1943 textos (102604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 15:31)
Jamaveira