MEMORÁVEL PERDÃO

MEMORÁVEL PERDÃO

Quando daquele abraço acenei o meu adeus,

Rasos d’águas ficaram teus olhos na partida,

Olvidavas minhas súplicas aos carinhos teus,

Nos projetos de amor em prol da minha vida.

Hoje, desfaço o alvo em ser minha preferida,

À tanta beleza não via a minha grande ilusão!

Outra em teu lugar já tenho como pretendida,

Não mais em dor sangra meu dúlcido coração.

Nosso romance foi uma história mal sucedida,

O tempo, com certeza, apagará esta emoção;

Teus enlevos fizeram minha essência sofrida,

E nos meus enfaros, suportar com resignação.

Foram momentos lancinantes esta minha ida,

Triste mulher, abraça o meu humilde perdão!

Rivadávia Leite