Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um amor que virou bom dia

Um amor que virou bom dia


   Não fui apressado
  eu te amei e amo muito
esse amor é forte
esse amor é puro

Pra ti, escrevi poesias
Pensando em ti,amor
organizei recitais
pesando em ti cada vez mais

Beijávamos ardentemente
eram beijos quentes
que tremiam minha mente
que queimavam minha boca
num amor sincero
numa febre louca

Mas o tempo passou
aquele beijo quente
como página virada
para trás ficou

O que existe na verdade
é um relacionamento frio
coberto de formalidade
sei que você me ama
mas não com aquela intensidade

Hoje é um beijo sem beijo
não é aquele beijo
mas o beijo da moralidade
hoje é um abraço moral
repleto de formalidade

E a mulher que loucamente desejo
desde ternura da voz
até um ardente beijo
beija-me, mas não me sente
abraça-me, mas não me envolve

A mulher que desejo
abraçava-me de verdade
beijava-me de verdade
hoje é uma formalidade

A pessoa que amo
que muito desejo
assim fez, assim optou
num simples bom dia
o nosso amor transformou

Mas eu lutarei
pra esse amor voltar como antes
voltar àquela alegria
mesmo ainda preso
na formalidade de um bom dia.

Timbaúba, 12 de março de 2007 Eder Gomes da Costa (dedinho)
DEDINHO
Enviado por DEDINHO em 14/03/2007
Código do texto: T412320

Comentários

Sobre o autor
DEDINHO
Timbaúba - Pernambuco - Brasil, 38 anos
5 textos (435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:14)
DEDINHO