Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arco-íris

 ARCO-ÍRIS
Guida Linhares
 
 
A tempestade chegou forte,
lavando a alma entristecida,
que chorava as últimas lágrimas,
de uma paixão assim descolorida.
 
Talvez nem fossem tão intensas,
as cores com as quais pintavas,
este amor em si tão descabido,
que em teu coração poeta anelavas.
 
Lavadas as fundas feridas da alma,
o arco-íris, teus olhos agora contemplam.
Nele encontrarás a harmonia das cores,
belos matizes que aos sonhos despertam.
 
 
E te verás bailando entre as flores do jardim,
 despido de tristezas, com vestes de beleza,
agora com a alma leve e o coração aberto,
pleno para o amor, em toda a sua realeza.
 
Santos/SP
11/03/07
***

Participação no terceto com os queridos amigos poetas
Gui Oliva e Marcial Salaverry

***

Estiagem da paixão
Gui Oliva
 
o vendaval soprou,
o céu escureceu,
o aguaceiro transbordou...
mas que bobagem,
esse temor de   afogar
já sem calor, meu coração,
não mais  eu sou
essa chuva, passageira,
de verão...agora vivo
serena e  seca,
só desfrutando,
da paixão, a estiagem
 
 09/03/07
 
***
 
DEPOIS DA TEMPESTADE
Marcial Salaverry

 Depois da tempestade...
 vem a bonança...
Vem a felicidade,
 no lugar da saudade...
 Vem o amor,
 trazendo seu calor...
 Vem o amor,
 no lugar da dor...
 A dor de perder,
que traz o sofrer...
 O amor, é da vida o amanhecer...
 A dor, é o seu anoitecer...
 Amanhecer, com o brilho do sol...
 Anoitecer, com o escuro após o arrebol...
 Vamos viver o amor enquanto existir,
 Vamos viver com sinceridade, sem fingir...
 Não deixemos que essa tempestade,
 abale do amor, a felicidade...

***
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 15/03/2007
Reeditado em 29/06/2007
Código do texto: T413537
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 73 anos
2143 textos (175442 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 10:06)
Guida Linhares

Site do Escritor