Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INTIMAMENTE SUA...

Pelas manhãs...Pôr do Sol
 
Incompreensível...Você
 
Mas dou-te a razão de viver
E falo por ti, mesmo triste
Do teu vazio inconstante
E dos mistérios de Ser
 
E as mansas ondas do mar
Sorvendo teus olhos, tão vivos
Tal qual paisagem em afresco
Artista a te desenhar
 
Regozijando o ensejo
Dos braços loucos, vadios
Da boca súplica ao beijo
Num simples gesto de Amar
 
E um vento forte soprou
E o teu sorriso ele fez
Talvez num desejo de Ser
Ou Ser pela última vez
 
Desmascarando a vontade
Do inconsequente querer
De ser o abraço, o carinho
Dançando ao enlouquecer
 
E mesmo por um momento
Ter o domínio das águas
Que os teus dons vem molhar
 
Imaginando o arrepio
Que a espuma fez-te sentir
Tal qual Sereia a bailar
 
E convidar-te ao delírio
Do engano ao próprio verso
E o vinho a te banhar
 
Tormentos, gritos e gestos
Das profundezas do ninho
Soprando místico canto
 
Que aos Homens veio encantar
O Guardião
Enviado por O Guardião em 22/05/2014
Reeditado em 16/06/2014
Código do texto: T4815757
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
364 textos (35062 leituras)
13 áudios (2421 audições)
2 e-livros (2003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 12:23)
O Guardião

Site do Escritor