Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor pago!

Amor bandido
Amor perdido
Amor que se paga
Amor feito praga
Amor de graça
Amor sem graça
Amor depois da cachaça
Amor que faz pirraça
Límpido como a água
Sujo como o ciúme
A traição e seu pretume
Sangue quente
Rio poluente
Carinho contente
Num sorriso doente
Num beijo carente
Sabor impertinente
Troca-se o metal
Pelo desejo premente, inconseqüente, negligente.
FÁBIO BARBOSA
Enviado por FÁBIO BARBOSA em 22/10/2005
Código do texto: T62196


Comentários

Sobre o autor
FÁBIO BARBOSA
Olinda - Pernambuco - Brasil, 41 anos
127 textos (8554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/10/20 23:26)
FÁBIO BARBOSA