Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mãe sertaneja



Naquele lugar tão pobre,
a mãe, naquele sertão, aflita,
queria apenas que o único filho
não tivesse pelo menos a fome!...

Dos cinco filhos nascidos,
quatro não resistiram à triste sina
destes brasileiros tão desassistidos,
oh! Brasil,e tu que possuis tantas minas!

A mãe tão sofrida implora,
Deus, ajude o meu filho querido,
por favor, eu lhe suplico agora,
pra ele não sentir revolta de tudo que tem perdido!...

vivendo nesta penúria, sofro calada,
mas queria ser pelo menos consolada
vendo meu filho querido ao meu lado,
não sofrendo as conseqüências dessa vida tão desolada.

Então num dia, num impacto somente
foi o pedido prontamente atendido,
o filho fez a declaração tão premente:
mãe, és minha maior dádiva tão pedida!

Neste lugar muito pobre
às vezes até passo fome,
mas tu me deste o carinho
e em toda minha vida recebi teu amparo!

E os céus pareciam irradiarem-se em festa,
ali naquele sertão sem vida, parecendo nem existir flor,
fazendo a vida ficar funesta,
existia a reluzente e renovadora semente do amor!...
 
José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 25/08/2007
Código do texto: T623740
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
365 textos (8778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 21:04)
José Lourenço Florentino