Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR DE PASSARINHO

No céu das altitudes do amor,
Pássaros de todos os matizes,
Formam no ar
Um belo jardim de se admirar.
Entre rosas e verdes cintilantes,
Amarelos, vermelhos e azuis brilhantes,
Alguns, aqui de perto se deixam observar.

Sabe-se do João de Barro
Que é inteligente e trabalhador
Constrói ninho lindo e acolhedor
Cada João escolhe sua Joaninha
Para sempre ficar.
Cantam e trabalham num dueto primoroso.
Mas depois de amar,
Fecha as portas o Sr. João só de pensar
Que sua eleita o pode trair
Ela não mais pode sair
E ele não mais pode entrar.
Ambos morrem sem outros companheiros buscar,
Ela mais cedo. Enquanto ele fica sozinho a vagar!

Outro par
Que para toda a vida vão estar
É a magnífica Águia Real
Juntas caçam e fazem o vôo nupcial.
Imponentes asas a planar
Moram nos cumes, vista de se invejar!
Garras afiadas somente para os invasores
Confiam! Não pensam em outros amores.

Curioso também é
O colibri ou beija-flor como se conhece
Um lindo ballet nos oferece.
Ágil e de natureza irrequieto
Conquistador esperto
No seu cortejo até paira no ar
Para sua linda plumagem mostrar
Delicado brinquedo parece
Mas tem grande apetite a saciar
De flor em flor eterno namorador
Abusa do seu charme encantador
Suas preferências?
Liberdade e independência.

Quão parecido pode ser
O amor dos pássaros
Com o do homem e da mulher...
Sentimentos tão humanos
Neles podemos ver
Do João de Barro o ciúme, amor cruel
Da Águia Real a cumplicidade, amor fiel
Do Colibri o abandono, com a doçura do mel
Quem ensinou a amar
Foi o pássaro ao homem
Ou foi o homem dos pássaros observar?
Macho ou fêmea, homem ou mulher
No universo do amor escolha você,
ser o passarinho que lhe aprouver...
GABI BORIN
Enviado por GABI BORIN em 26/08/2007
Código do texto: T624410

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GABI BORIN
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 46 anos
121 textos (15915 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 19:41)
GABI BORIN