Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                 Dia e noite.


                 Luiz Claudio Bento Da Costa.



Muito ainda choro...
Porque procuro o amor,
os olhos permitem as lágrimas,
mas com o coração perdido no gelo
até o sangue pulsa menos.

Numa estranha ílha,
o mundo numa redoma,
os pés não alcançam;
Os astros 
e os elos do amor.

Assim, vago por onde não sei,
um instante parece eternidade,
a cada vez fico mais fraco no tempo,
louco para ter nas mãos,
um amor na vida,
que não existe sem existir, você.

A solidão não tem o saber,
falta o que se quer mais,
para realmente se perder se achando,
nas linhas do teu corpo,
no brilho da tua pele redonda,
num gosto que mata a sede.

O jardim vazio é...
Uma abelha rainha, se...
Ainda sem ninho...
Um Romeu sem história,
talvez, uma Joana D`Arc sem luta.
O que falar da minha Inglaterra?
O que falar da minha França?
Daqui do Brasil,
no meu quarto escuro
sem conseguir dormir...
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 26/08/2007
Código do texto: T624519
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
737 textos (27003 leituras)
1 áudios (179 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 23:19)
Condor Azul