Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRANCA

Branca
Eliana Duarte



Branca acordou hoje com um desejo:
Deixar todos os homens loucos por ela!
Então levantou cedinho,
 mergulhou seu corpo
esbelto em uma banheira cheia de rosas,
 lavou o corpo e deixou a alma
 para depois,
 hoje ela só queria ser uma perdida.
Passou essências em seu corpo,
escovou seus longos
 cabelos negros e começou a se preparar.
Seu olhar era de malicia, estava mal intencionada
 e sabia do seu poder de sedução.
Vestiu uma roupa sensual, vestido
com decote generoso, costas nuas e passou aquele batom vermelho,
perfumou-se de forma que sabia que estava irresistível.
Então estava pronta para seduzir e conquistar qualquer homem,
 saiu irradiando beleza, com seu
 sorriso faceiro
 e seu olhar de menina moça,
onde passava
chamava atenção , era a mais bela,
 mais desejada.
No entanto seu amor não a queria, preferia aquela
mais simples, menos desejada, e a sina de branca era essa,
tinha todos os homens aos seus pés, menos quem mais queria...seu amor.
E assim esta ate hoje, uma sedutora,
sai estraçalhando  os corações
e sempre com seu partido
e vazio, essa é branca, menina mulher,
linda, querida, amada, desejada e abandonada.
 
 
Eliana Duarte
31/08/07
19:30 hs
 
Eliana Duarte
Enviado por Eliana Duarte em 01/09/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T633232

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliana Duarte
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 56 anos
594 textos (29066 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 22:43)
Eliana Duarte