Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu Corpo Tão Esbelto Nú

Sinto o veludo do teu corpo nu!
O esbatido dos teus seios;
As tuas cochas;
Que escorregam... Em mim!
São o sentido; os receios;
De um corpo esbelto... Assim!
Que sintoniza junto a mim;
Teu corpo tão esbelto nu!
Magia do tempo sem fim...
O esbatido dos teus seios;
As tuas cochas;
Que escorregam... Em mim!
São a sintonia do princípio...
Do fim!

                                                                     29/05/2018
                                                                José Duarte André
José Duarte André
Enviado por José Duarte André em 29/05/2018
Código do texto: T6349439
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Duarte André
Portugal, 76 anos
492 textos (14898 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 05:30)
José Duarte André