Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
EITO

EITO

Para quê tanto beiço?
Para quê tanto sorriso?
Para quê tanto cabelo?
Pele tanta?

Para quê tanta tatuagem?
Para quê tanto adereço?
Para quê tato e segredos?
Para quê tanto piercing?
- Por quê tanto respeito devo eu ter?

Para quê tanto seio!?
Pára-quedas no leito?!
Para quê tantas cores no lábio?
Para quê tanto perfume?

Porque tanta luz!!!

Para quê tanto negrume?!
Para quê tanto amuleto
Se santo de barro carregamos
Nus, no altar dos veios?!
-Para quê?

- Para o paladar!
Para você!
Luís Carlos Oliveira Aseokaynha
Enviado por Luís Carlos Oliveira Aseokaynha em 14/06/2018
Código do texto: T6364169
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do Autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luís Carlos Oliveira Aseokaynha
Salvador - Bahia - Brasil, 53 anos
893 textos (14805 leituras)
5 áudios (468 audições)
1 e-livros (98 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/18 16:03)
Luís Carlos Oliveira Aseokaynha

Site do Escritor