Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Chama do Amor

Ao chegar em casa cansado, me renovo em teus braços
Em tua boca tão macia, renovo-me em tu energia
No seu corpo tão aconchegante, me faço adormecer
É no toque dos seus dedos, que me entrego sem saber.

Seu corpo tem uma paz de espírito, na qual me faz adormecer
Quando deito em teu colo, só existe eu e você
Me faz carinhos tão nobres, que não quero me levantar
Se existe um mundo lá fora, melhor deixar pra lá.

Nós dois nesta cama, a chama vem queimar
São dois corpos, duas almas, sedentos para amar
Não me contenho aos teus beijos, e só a mim te seguras
Nesta noite de Lua cheia, a chama  do amor não sensura.

Sem sensura, tua mão passeia em meu corpo
E em teu seio, minha cabeça coloco ao seu dispor
Sensurar, meu corpo jamais se atreverá
Pois, sabes que o amor aqui, sempre encontrarás.
Marcos Lima
Enviado por Marcos Lima em 06/09/2007
Código do texto: T641843

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Lima
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 44 anos
108 textos (7304 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:15)
Marcos Lima