Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boa noite!
Minha formosa e bela alma, eu estou aqui você não vê?
Não sente meu cheiro? Meu toque?
 
Adormeço tua alma, velo teus sonhos,
Você nem sabes que existo,
Morro de amor por ti,
Tu não vês?
 
Quando tu respiras,
Abro minhas asas, sinto você dentro de mim, conforto-te,
Meu coração tem calor, luz, vive em tua alma, para adormecer–te,
Tu em lagrimas é minha dor.

Amar-te é quase um mal,

Pensar que sozinho suportaria teus doces espinhos em meu coração, 
Minha missão era dar-te proteção e o que há por vir não te machucará,
Elevarei minhas asas, minhas lagrimas,
Entre as inconstantes nuvens negras de teu coração.

Boa noite minha formosa e bela alma.
Nesta noite devo partir,

Estarei sempre em sua proteção,
Sou teu anjo tu não vês?
Não posso amar-te!

Mas te amo!


www.poetadasalmas.recantodasletras.com.br
Luciano D’Alessandro
 
poetadasalmas
Enviado por poetadasalmas em 09/11/2018
Reeditado em 12/11/2018
Código do texto: T6498185
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poetadasalmas
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
15 textos (311 leituras)
1 áudios (65 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/18 20:50)
poetadasalmas

Site do Escritor