Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Custódia



Prende-me detrás das grades
Atrás, surge desgosto.
Disponho veleidades
Ao sabor, acre, que vos oferto.

Gosto desse pacto
Tolo. Saldado na beldade
Salgada - volúpia do impoluto.
Sujo. Aqui não há verdades!

Encarcerado pressinto
O gosto terno da iniqüidade.
Afinal, sofre o justo.

Custódia, por vontade:
-Venha! Na força dos hábitos.
Apareça a quem te pede.
Marcelo Luna
Enviado por Marcelo Luna em 16/09/2007
Código do texto: T654506
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Luna
Juazeiro do Norte - Ceará - Brasil, 30 anos
23 textos (945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 00:45)
Marcelo Luna