Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HABEAS CORPUS PARA O AMOR

EXCELENTÍSSIMO SENHORES (AS) DOUTORES (AS) DA POESIA DESTE RECANTO.
 
 
PROCESSO Nº 001

ACUSADO: Amor

Flávio Miranda, brasileiro, apaixonado, poeta, inscrito no Recanto das Letras, com endereço www.recantodasletras.com.br/autores/flaviomiranda .

HABEAS CORPUS, em favor do Amor, universal, desvairado, comportado, residente em qualquer coração que deseja amar, tendo em vista as seguintes razões de fato e de direito a seguir expostos.

DOS FATOS

O Paciente encontra-se preso em razão de “flagrante”, por infringir de forma eloqüente mais legal o disposto no art. 1 do decreto do amor (http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=591539 )

Referida prisão em flagrante aconteceu em  razão de que supostamente ao ter a necessidade de amar a vida, as pessoas, sem ao menos saber o que são e o que possuem. Limpo, livre de qualquer preconceito.

Ao ser surpreendido por algumas vezes por pessoas que no qual tentam levar uma vida em busca de poder, ganância sendo capaz de passar por cima de qualquer um. Mas mesmo assim ele busca aflorar nesses campos que pra muitos parece não ser fértil, mais lá deixa a sua semente para que um dia germine.

DOS BONS ANTECEDENTES DO PACIENTE e DO DIREITO À LIBERDADE PROVISÓRIA

Cumpre ressaltar Exa., que o acusado nem menos tem índole de prejudicar, pois é puro.

Não bastassem os antecedentes, a sua forma, e a conduta do Acusado se faz presente na vida das pessoas que, como já dito anteriormente não visa prejudicar, somente ser ele mesmo.

Por outro lado, destaca-se ainda o fato de que o Acusado não tem momento certo para aparecer e nem quem dele irá gozar.

Verdade é que, uma vez atendidas as exigências legais para a concessão da liberdade permanente, ou seja, a inexistência de motivo para decretação da sua abominação na vida das pessoas, e a primariedade e os bons antecedentes do Paciente, esta constitui-se em um direito do indiciado.

O Paciente possui bons antecedentes, vive nas famílias, na existência da paz, no mundo. Para muitas pessoas, ele parece ser inexistente, mas não é ele é presente, fácil de encontrar.

Ocorre Eméritos Julgadores que, o Acusado é usuário da vida desde o seu principio, sendo até mesmo é incentivado por muitas pessoas que deve vive

DO EXCESSO DE PRAZO

Com efeito, até a presente data, que seja livre, sem intenções a não ser de amar, pois as pessoas dele precisam
 
DO DIREITO

                                               O fundamento do Título I do Decreto do Amor deve descrever o artigo as pessoas amem e seja amadas, não olhem a vida como um fim de tudo, pois nela há coisas belas, apenas as pessoas tapam suas vistas para que não se possa olhar as belas coisas que se encontram até mesmo nas formas mais simples.

CONCLUSÕES

Por todas estas razões o Paciente confia em que este Tribunal, fiel à sua gloriosa tradição, conhecendo o pedido, haverá de conceder a presente ordem de HABEAS CORPUS, para conceder ao mesmo o benefício de aguardar em liberdade o desenrolar de seu processo, mediante termo de comparecimento a todos os atos, sendo expedido Alvará de Soltura, o que se fará singela homenagem ao DIREITO,  JUSTIÇA e a VIDA!

Termos em que,

Espera deferimento.

Recanto das Letras, 18 de setembro de 2007.

FLÁVIO MIRANDA
Flávio Miranda
Enviado por Flávio Miranda em 18/09/2007
Código do texto: T658489
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Flávio Miranda
Belém - Pará - Brasil, 36 anos
85 textos (25445 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 07:28)
Flávio Miranda