Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parques e jardins


Onde estão os parques e os jardins
Sonhos das imarcescíveis intimidades
Calmas meditações sob os aplausos das palmeiras
Embaixo do indene rochedo, sustento dos templos.

Sob a visão dos lagos cegueiras incólumes
Que as dunas rodeiam e isolam...
Eliminam e nos deixam a deus dará
E silenciam o canto do tangará brejeiro.

Cores da verdade que encantam o mundo!
De longe, bem longe se pode sentir e ver;
Domingos ensolarados nos parques
A beleza imaginada no encanto ainda pode ser.

O amor no parque não se compra nem se vende
A beleza dum botão, o desabrochar duma flor.
Ao frisson do vento o sonho se contempla
Onde se amam e eternizam visões e sentimentos.

No parque os sinais paralisam a realidade
Acordam os homens para justeza e igualdade
Os injustiçados não chorarão por longo tempo
Os selvagens lhes aplicarão Os Dez Mandamentos.

O choro no parque pode ser de contentamento,
Não há pressa, a água segue o curso normal,
Os visitantes caminham de mãos dadas
Porque é de amor e paz que se faz um parque.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 19/04/2019
Reeditado em 22/04/2019
Código do texto: T6627271
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3288 textos (82212 leituras)
2 e-livros (487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/19 13:09)
R J Cardoso

Site do Escritor