Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pão da vida

Meus olhos se enobrecem,
diante de tanta humildade,
sinto-me que me elevo de mais,
me desculpe Senhor, sou tão humano.

Jesus sacramentado,
tão simples, tão frágil,
diante de nós de novo,
pequeno, mas glorioso.

Meus pecados tem afastado você de mim,
quando vou consumir de seu corpo?
tenho saudades de sermos um só,
meu coração tem sede de ti ó Senhor.

Meus passos são trêmulos,
quando vai guia-os novamente,
ó Senhor, me perdoa,
porque escolhestes os piores?

Agora sei que nunca me deixou,
foi meu olhar que se ofuscou,
não consigo me desligar do mundo,
o inimigo me tentas diariamente.

A cruz é leve,
mas tenho dificuldade em carregá-la mesmo assim,
porque sou tão fraco?
porque sou tão mundano?

Dobramos o joelho diante de ti,
apesar da sua aparência humilde,
és santo, e o Senhor da minha vida,
mesmo que as vezes nos afastamos.

O pão da vida,
o que livra os pecados,
o que revela a verdade,
o que nos da a vida eterna.
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 24/09/2007
Código do texto: T667010
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 28 anos
74 textos (10924 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:42)
Thiaguinhu