Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEREJEIRA...

Toda a neve que me deslumbra,
Em passeios movidos pelo amor,
Agasalha meu coração invernal.
Não há rocha escarlate a abrandar!

Desta neve em puro algodão doce,
Vou banhar-me em cerejas vermelhas,
São flocos deliciosos,  duma natureza.
Assim é o amor, quando cai todo derretido!

Em neves onde a vida também é leve,
Não há frieza, só pétalas voando ao vento.
São como flores duma linda cerejeira.
O corpo brinca com pedaços de gelo!

Lá bem no horizonte a neve te deterá,
Quero manchar dum vermelho paixão,
Todo floco branco anestesiado em chão.
Tua mão deixo manto cobrindo minha cerejeira...

LMBLM

*****


14/06/2019 18:57 - POETA OLAVO

"A sua poesia que me encantou
Trazendo versos em cerejeira
Ao meu coração ela avisou
Que existe afeição verdadeira."

Luiza De Marillac Michel
Enviado por Luiza De Marillac Michel em 14/06/2019
Reeditado em 16/06/2019
Código do texto: T6672663
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Luiza De Marillac Michel
São Paulo - São Paulo - Brasil
1384 textos (69930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 11:52)
Luiza De Marillac Michel