Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ponto e virgula



No silêncio cortante
Minha angustia é a fala
Que soletra e sussurra
E quem grita é a alma
Quem clama é o amor
Lê tu esta carta?
Toca de leve esta flor
Eu ainda te amo
E como amo não conto
No clamor eu espero
Que o silêncio que corta
Seja a pausa da vírgula
E não o fim do ponto
 

Samuel Boss
samuelboss@pop.com.br
Samuel Boss
Enviado por Samuel Boss em 28/09/2007
Código do texto: T672224
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Samuel Boss
Mauá - São Paulo - Brasil, 34 anos
102 textos (10819 leituras)
24 áudios (1014 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 09:06)
Samuel Boss