Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRIANÇA DE COLO

no auge da dor, quando me calo
procuro bálsamo no calor de seu colo
e é, então ali, que eu me consolo
e adormeço suave no seu embalo

me escuta, ainda mesmo quando não falo,
sorrindo, perdoa meus crimes sem dolo,
com você, em paz, vai minha alma  a tiracolo,
seguindo seus passos, sem nem um abalo.

é minha senhora, sou-lhe eu apenas vassalo,
reparto minha colheita, a semente e o solo,
e com pouco que tenho ao seu lado  me regalo.

se está longe, tão sozinho me descontrolo,
perto, é como íngreme subida que escalo
para adormecer em você como criança de colo.
Jonas De Antino
Enviado por Jonas De Antino em 20/08/2019
Código do texto: T6724944
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jonas De Antino
Cajati - São Paulo - Brasil, 54 anos
670 textos (10063 leituras)
5 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 22:41)
Jonas De Antino