Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU PRISIONEIRO INAPELÁVEL DO TEU AMOR

Me acostumei a escrever sobre ti a cada dia,
A procurar a melhor forma de descrever-te
Já te descrevi das formas mais inusitadas,
Mas sem jamais alcançar a perfeita descrição,
Uma que explique bem como te sinto e te vejo,
Que materializasse meu sentimento por ti.

Te chamei de inúmeros apelidos carinhosos.
Você deve ter se sentido uma lista de nomes.
Cada um desses apelidos uma nova tentativa;
Sintetizar numa palavra o sentimento por ti.
Mas as palavras não expressam o que sinto
Não há como bem explicar meu amor por ti.

Te comparei com muitas coisas incríveis.
Pequenas coisas demonstrando meu carinho,
Querendo dizer grande acolhida e proteção
Coisas grandes, querendo dizer abrangência;
A infinitude temporal e geográfica desse amor.
Nada é tão grande quanto meu sentir por ti.

Já tentei descrever os limites desse amor,
O quanto me disponho a superar por ele,
Quanto posso abrir mão de tudo por você.
Mas tudo é insuficiente no dimensiona-lo
Talvez no correr da vida você entenda bem,
Mas sinto que a vida inteira será pouco.

Já tentei não me deixar levar por esse amor,
Mas isso para mim é deveras impossível,
Pois o que desejo é tornar-me cada dia mais
Um prisioneiro inapelável dessa graça,
Pois somente esse teu amor maravilhoso
Trouxe a felicidade que sempre sonhei viver.

Wilson do Amaral
Wilson do Amaral Escritor
Enviado por Wilson do Amaral Escritor em 29/08/2019
Código do texto: T6731785
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Wilson do Amaral Escritor
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
1266 textos (323084 leituras)
5 e-livros (12568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 00:05)
Wilson do Amaral Escritor