Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS MULHERES QUE EU AMEI

As mulheres que eu amei
Mesmo ao de leve
Fundem-se nos sonhos
E horas mais solenes
Numa perfeição de ser sublime

Relembro e vejo
Sem vontade e sem ordem
O riso perdido, o gesto guardado
O espanto marcado, o olhar conseguido
A mão apertada, o porte desviado
A ousadia trazida, o orgulho consagrado
A amizade premiada, a tristeza emendada
A alegria destinada, o amor acreditado
A certeza do dia
E a alegria de o ter.

As mulheres que eu amei
Nunca as perdi por inteiro
Ficaram em mim como retratos
Parcelas de gostos
E desgostos de sentimentos.

As mulheres que eu amei
Sempre foram todas amadas
Das suas vidas só tirei
O que tinha para tirar
Para melhor as poder amar.
Gilberto Cardoso
Enviado por Gilberto Cardoso em 29/09/2007
Código do texto: T673725

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Cardoso
Portugal, 48 anos
91 textos (2874 leituras)
1 e-livros (54 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:08)
Gilberto Cardoso