Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaro-me

Hoje acordei lembrado dos seus dengos de gato manhoso
e dos momentos em que seus dedos se entrelaçavam nos meus,
Lembrei do momento em que fui teimoso
Lutando contra os meus desejos, tendo que dizer adeus.

Acordei lembrando como é bom estar com o rosto no seu
Ouvindo sua respiração, tentando descobrir por que me escolheu,
E dessas lembranças veio à saudade e a ânsia de te fazer meu.

Lembrei também das suas criancices
Tão ingênuo e meigo brincando com a imperfeição
E de todas as varias tolices
Que me fizeram em ti prestar atenção

É tão bom acordar lembrando de você,
Dá vontade de te ligar mesmo que seja de madrugada
Só para ouvir sua voz e a sua respiração ao telefone

E se estivesse aqui agora, só pediria para me abraçar
Sussurrar brincadeiras ao meu ouvindo e dizer que não vai embora,
Te irritaria só para ver essa sua cara de criança com raiva

Se estivesse aqui sorriria frase de amor para você,
Aproveitaria cada segundo e cada gota de sua essência
Porque não há ninguém que eu ame mais
Porque não há nada melhor que te abraçar.
Santiago Belmont
Enviado por Santiago Belmont em 30/09/2007
Código do texto: T674830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Santiago Belmont
Maceió - Alagoas - Brasil, 25 anos
42 textos (1608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:38)
Santiago Belmont