Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TOM DO AMOR

O TOM DO AMOR

Não me cabe no momento chorar o passado
Um amor verdadeiro é mais do que intacto
Desse amor eu vivi
Foi encontrado e perdido, dramático

Um amor agora permanece aqui exato!
Um amor que veio de repente
Infantil e imaturo, incoerente

Mordeste intensamente minha maçã
Em meus lábios provei o mel da tua serpente
Meu corpo até hoje arde em febre de amor
Permanece doente

Um amor que jamais se desmanchará em partes
Um amor eterno, sacro santo
Um amor que nunca se farte, estável
Um amor em oração que me entrego em febre
Arde dramático, insaciável
Flamejando labaredas, fogo e sede

Um amor que me deixasse assim de todo um tudo!
Em tons e matizes
Um amor beija flor
Largo, inteiro, sem pedaços
Intenso e devasso
Magnético
Coração frenético em compasso

Ah um amor pra toda uma vida, enfático!
No momento exato!
Um amor que me leva a canções do espaço

Um amor feito de coragem
Um amor de direito
Um amor dia noite e silêncio
Te aguardando em minha morada
Numa eterna e intensa madrugada

Ah esse teu amor marginalizado, inconsequente
Que te cerra os dentes
E que serra meu corpo em mil pedaços
Que mergulha a distância em todos os meus espaços
Amor desejo que ultrapassa e invade
Todas as galáxias e todas as distâncias dos astros

Um amor difícil
Um amor tão fácil
Um amor Deus e Diabo!
Corrompido de fato!
Um amor enluarado...

Espero viver o inferno desse amor no paraíso
E te entregar meu corpo
Rasgando mortes e mistérios
Sem relato!

Preciso desse teu amor incoerente
Inconsequente e sacro!
Amor de fato!

Rosas envelhecidas, renascidas
Cálidas rubras matizadas
É assim o nosso amor de outrora
A resgatar nossas vidas passadas
Vlad Paganini
Enviado por Vlad Paganini em 08/11/2019
Código do texto: T6790065
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vlad Paganini
São Paulo - São Paulo - Brasil
60 textos (359 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 00:42)
Vlad Paganini