Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coma-me!

Beba-me
Meu líquido é suave
Escorre em teus gemidos
Beba-me e guarde-me
Em tuas entranhas
E delírios
Meu licor é sagrado

Coma-me
Como teu prato favorito
Acrescenta pimenta
Para dar mais gosto
Aumentar a fome

Coma-me e beba-me
Ou beba-me e me coma
Na mesa e na cama
Com todos os dedos
Abocanha minha ceia

Coma e descanse

Ainda há um refresco
Para ser preparado
Do caldo do seu pé de cana

Então...
descansa...

E,
depois,
saciado,
coma-me de novo!!!
Não há mal nenhum em repetir a comida...


Rose de Castro
A ‘POETA’



Rose de Castro
Enviado por Rose de Castro em 07/10/2007
Código do texto: T684910
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose de Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
200 textos (22382 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:18)
Rose de Castro