Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tua luz


Na luz
com que te iluminas
não cabe a minha
sombria escuridão.
Brilhas
como estrelas
que são elas
pontos cintilantes
no teu pêlo.
Vago na noite,
perdida,
procurando,
querendo te achar.
Te achar
talvez numa estrela,
cintilante,
bela.
Meus olhos estão cegos
mas exergo
teu corpo
envolto em luzes,
vaga-lumes.
Tua alma
voa, revoa
como pássaros.
Voa alto
solta,
sem maldade
e ambição,
sem crueldade,
mas com paixão.
E eu vago
num largo
vazio
sombrio,
Tenho que te achar,
para te amar
e assim soltar
o meu tumultuoso
e agitado ser.
Pra poder assim
fazer parte
de ti,
e entrar
nos refúgios
submundos
da tua alma
perfeita
que é feita
de amor.






Adriana Grivot
Enviado por Adriana Grivot em 16/10/2007
Código do texto: T696709

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Adriana Grivot
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
44 textos (13585 leituras)
1 e-livros (54 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:01)
Adriana Grivot