Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P R E S E N T E

Quando numa tarde furtiva do calendário,
Teu abraço ansioso me alcançar,
E eu, guerreiro vencido e sem itinerário,
Em teu coração me refugiar...
Quando teu olhar me fizer de novo respirar
O ar puro dos caminhos teus...
Quando me conduzires pelos corredores
Dos sonhos meus,
E deles me deres, enfim,
O mapa, a posse, o destino, o sim...
Quando fatalmente então me seduzires,
Envolvendo-me, como ingênuo menino,
Nos laços do teu corpo quente,
Eis que inventaremos um amor
Tão exagerado e indecente,
Que talvez até se apague,
Envergonhada,
A luz do sol poente...

Mas Deus, numa benção,
Imediatamente,
Nos dará um luar e um céu estrelado,
De presente...
Nilton Moreira Coutinho
Enviado por Nilton Moreira Coutinho em 21/10/2007
Código do texto: T703951
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilton Moreira Coutinho
Duque de Caxias - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
20 textos (2841 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:41)
Nilton Moreira Coutinho