Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdades

É verdade quando digo que amor já não lhe tenho
Que excluí de mim pensamentos de ti
Não tenho saudades de seu sorriso cativante
Tão menos de seu olhar intimidante

A verdade é que não a amo mais
Que tudo o que passamos já não guardo na memória
Metrô e lotações não mais condizem nas lembranças
Que saudades de ti superei com elegância

É verdade que por ti não fico mais em claro
Não penso a todo instante em você, porque está superado
Não és mais o tal Raio de Sol que ilumina meu caminho
Tampouco és Princípio, ou Fim outrora dito

É verdade que não te amo apesar de tudo
Que nunca daria minha vida por ti e sua felicidade
Também não concordo com o nobre poeta
Quando digo que meus versos são seus e minha vida é tua

A verdade é que estas palavras não são minhas
Nelas existem um desejo quimérico de ser
Diante da presença de minha Quinta-Essência por fim entendo
Não existem tais verdades, a não ser as já sabidas pelo coração
Odinóque
Enviado por Odinóque em 23/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T706770

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Odinóque
São Paulo - São Paulo - Brasil
233 textos (5574 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 05:12)
Odinóque