Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prosa e Poesia

Amor puro é liberdadae atada
Tê-lo é alcançar a utopia
Negá-lo, é ter tudo e levar nada
É aceitar prosa, por poesia

O amor é belo com condições;
Fé, carinho, respeito e amizade
E o que mais vier em emoções,
Que haja então a reciprocidade.

Pequeno anjo das asas grandes:
Voa (lento), e espera que eu a chame;
Cai, me estende a mão, pra que a levante;
Consola-me ainda que eu reclame.

Mas como poso em tanto gostar
Submeter-te a este claustro contante?
De não deixa-la livre a voar
Em meu favor de gente pedante?

Se existe maior prova de amor,
Digo: "este mudo ainda não vira".
Fechas os olhos em meu favor
Por mim, crês no mundo da mentira.

E com fervor eu tento levar-te
Á realidade a qual repudia
Me dizes: disso eu não faço parte,
E nesse mundo eu não viveria!
Alê Campos
Enviado por Alê Campos em 26/10/2007
Código do texto: T711155
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Alê Campos
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 32 anos
46 textos (1735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/21 01:47)
Alê Campos