Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AH! EU AMO TANTO!

Ah! Eu amo tanto!
Quando você me encontra dormindo,
sussurra em meu ouvido que me ama,
desnuda o corpo enquanto me desnuda,
e murmura o que quer de mim.
Amo quando você começa sorrateira,
como erva daninha se apodera,
toma-me e me domina por completo,
ocupando todos os espaços!
Ah! Eu amo tanto!
Quando entregue ao sono
sinto suas mãos sutis e furtivas
percorrendo a minha pele e o meu corpo,
deixando marcas de unhas por onde passa,
arrancando-me suspiros e delírios!
Finjo dormir para te sentir audaz,
atrevida e senhora da situação,
fazendo do meu corpo seu prazer,
fazendo do seu corpo meu prazer!
Ah! Eu amo tanto!
Quando você me torna submisso,
oferto-te aos lábios um discreto sorriso
para que saibas o quanto estou adorando
ser o seu motivo de alegria.
Amo enquanto você insana e alucinada
galopa tresloucada e atrevida,
balbuciando palavras em transe,
e em frenesi nos brinda com o prazer.

*Este texto está protegido por lei. Reservados os direitos autorais.
Proibida a cópia ou a reprodução sem minha autorização.
www.ramos.prosaeverso.net
Cônsul Poetas del Mundo - Fonseca – Niterói – RJ 
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 05/11/2007
Reeditado em 13/10/2010
Código do texto: T724503
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Barreto Ramos
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
1016 textos (241693 leituras)
5 e-livros (3811 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:38)
Valdir Barreto Ramos

Site do Escritor