Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar Aberto

Submerso, o corpo não pesava tanto...
Ou pesava? Se pesava, já não sei o quanto,
O tanto que o teu amor pesava...
Para baixo, para o fundo, me levava...

Permiti-me te seguir, lançando-me contigo:
O teu amor caindo, o meu amor seguindo...
Para onde nós iríamos, não sabia,
Mas aos poucos, nosso amor submergia...

Água fria, pedra dura, corpo mole,
Uma folha que do galho se destaca,
Uma flor que do jardim um homem colhe,
Um vampiro que padece com uma estaca...

Para onde nós iríamos? Não sabia...
A história, já perdida, nem contava
Que enquanto eu te perdia, eu não via,
Que o meu corpo no teu corpo se afogava...

19 de agosto de 2005
Teco Sodré
Enviado por Teco Sodré em 17/11/2005
Código do texto: T72724


Comentários

Sobre o autor
Teco Sodré
Salvador - Bahia - Brasil, 42 anos
316 textos (16608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/10/20 20:34)
Teco Sodré