Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema Absoluto

O belo explicito
no poema nu
sobre a página do lençol.

Livro aberto...
poesia em repouso
ante o êxtase dos olhos.

Estrofes de estrelas
alinhadas em sílabas
de luz.

Rimas perfeitas
de seios e lábios
de pés e mãos, braços e pernas.

O belo canta
em decassílabos
na anatomia revelada.

Texto exposto
na textura harmonizada
em pele e pêlos.

Ah, inspiração divina...
o corpo
do poema absoluto.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 11/11/2007
Código do texto: T733235


Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (94601 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 19:40)
Vaine Darde