Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor

Tem um gosto nostálgico
Parede sem pintura
Quadro sem moldura
Um amor puro
Até me seguro
Desse diante não ter

Não falo do amor paixão
De rolar pelo chão
Não falo de amor companhia
Que na falta angustia
Não falo do amor materno
Tão parente, tão eterno

Falo do amor impronunciável
Atrevo-me a falar e me calo
Mais amplo é meu silêncio
Refrescado pelo café
Nas tardes despedidas de minha vida
Santa lida que um dia
Não quer mais terminar

Mas esse amor tão sem definição
Mora em meu coração
Divide o amplo espaço
Do tédio que sou e faço
Somos vizinhos
Sem cumprimentos
Apenas um...  “tudo bem?”

E passa incontinente
Parece que nem sente
A menção que faço
Como se fosse lhe dar um abraço
E o mundo retorcido guarda semelhança
Com o que é lembrança
Desse amor desconhecido
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 11/11/2007
Reeditado em 12/01/2014
Código do texto: T733355
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 60 anos
199 textos (8676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:10)
leandro Soriano