Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO A CONDENO

Foi por nunca dizer-te não, que eu te perdi.
Tudo o que eu pude fiz pra te agradar.
Não somente com bens materiais:
Te dei carinhos, dei afetos, dei um lar.

Por te amar até meu nome eu te dei
Ma tu deixaste se levar pela emoção.
Não a condeno pelas suas atitudes,
Pra certas coisas não existe explicação.

Agora estamos nós, tristes e sozinhos
Sem afetos, sem amor, sem carinhos
Na esperança de uma nova ilusão.

Só nos resta viver a vida inteira,
Você sem mim e eu sem minha companheira
Que um dia alegrou meu coração.

Antônio Oliveira  (Paraibuna  SP)

Menestrel do Amor
Enviado por Menestrel do Amor em 17/11/2007
Código do texto: T741172
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Menestrel do Amor
São Paulo - São Paulo - Brasil
173 textos (34464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 23:25)
Menestrel do Amor