Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de Insensatez I


Deitada na cama em que morro,
falei com as estrelas,
busquei o céu no teu sorriso,
rasguei as fotos do passado.

Subindo a colina em que sonho,
casei-me com a Lua,
deti meus pesadelos que fugiam,
e, enfim, escondi-me na caverna dos meus atos.

Ainda foi tempo de ver o pô-do-sol,
parei debaixo da árvore do meu destino,
sentei-me à sombra da música alucinada,
Dancei um tango com Arlequim.

A verdade estampada alí, bem diante de mim!
gritante, frenética, atordoada!
e eu esperei a eternidade com calma,
vagando teus olhos cheios de incertezas...

Tua alma me toma o fôlego,
arranca-me os suspiros com morangos,
tira minha dor, minha alegria, meu consolo.
E fico assim, besta, perdida...
e nem sei mais onde me li.
LaGabrielle
Enviado por LaGabrielle em 20/11/2007
Código do texto: T744140

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.dominohs.blogspot.com" e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LaGabrielle
Curitiba - Paraná - Brasil
11 textos (515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 11:36)
LaGabrielle