Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lunário

A lua prenhe de luz,
vestida de arrebóis,
refletiu-se na vidraça
e acordou os girassóis...

Exalando claridade,
em total luminescência,
abriu sol nas margaridas,
e amanheceu nas hortênsias.

Trouxe lumes de manhã
à camélia e às onze-horas,
e as rosas se definiram
com volúpias de aurora.

No jardim iluminado
por lunático delírio,
fez transbordar poesia
abrindo as taças dos lírios.

Perfumou-se nas gardênias
em luminosos afagos
e encantou os narcisos
com o espelho do lago...

Adentrou pela janela
com raríssimo fulgor
e foi beijar, nos lençóis,
a divina flor do amor.





 







Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 21/11/2007
Código do texto: T746598

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (86113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:30)
Vaine Darde