Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas do Tempo

Caem em meu rosto as lágrimas do tempo,
E o tempo...

O tempo não passa.
Cada segundo é um interminável período de solidão.
Solidão sofrida, sentida no meu coração...

E o sentimento...

O sentimento de dor não passa.
Cada suspiro é um insustentável provimento de dor.
Dor causada por um grande amor

Que me deixou...

E quando o vento bate, trás o amor.
Cada brisa é uma esperança renovada.
Esperança querida, desejada, almejada

No mais intimo de meu peito.

Caem em meu rosto as lágrimas do tempo,
E as minhas lágrimas...
As lágrimas que eu queria chorar, já chorei.
E chorando descobri que vivo que respiro,

Já que não tem outro jeito.

Caem em meu rosto às lágrimas do tempo,

Pois só mesmo o tempo para curar essa dor,

Que não quer passar...

Pois meu coração só saber te amar...

CeliaSysan
Enviado por CeliaSysan em 24/11/2007
Reeditado em 24/11/2007
Código do texto: T750073

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria: Célia Sysan). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
CeliaSysan
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
301 textos (22396 leituras)
2 e-livros (107 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 02:47)
CeliaSysan