Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À bem amada

Eu só preciso dizer que muito te amo!
Porque te amo! Oras, e por mais nada!
Ainda que tanto amor tanto me consuma!
Mas consuma junto a dor, o pão e a água!

Vivendo vou sofrendo por amar-te, Amor ideal!
E, querendo-te sempre assim, tão de perto!
Amo-me tanto quanto mais, livrando-te do mal.
Pois todo amor mora em mim. E pertence a ti!

E a vida que não levo já nem minha mais será!
Portanto, nunca te esqueças de bem me amar!
E que, assim, nunca te esqueças de me sentir!
Porque tudo que sinto é em ti um novo Tudo!

Tudo o que vejo em nós é só  um nosso mundo!
Tudo de belo, eterno, sincero. Amor Profundo!

E que tudo isso que existe, jamais existiria!
Se tu não te ilustrasses nos meus cenários!
Nem teu semblante, nem tua arte luzidias!
Resplandece tudo! Calmando noites frias!
Permart
Enviado por Permart em 04/12/2007
Código do texto: T764876

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Permart
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
21 textos (726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 00:56)
Permart