Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Já passou amor...já passou...

Já passou, amor...

A ilusão que havia entre nós,
Resolveu que já era tempo de sorrir

e se foi...

Mas, deixou as lembranças de outros momentos
Que respirávamos no mesmo compasso,
e de quando nossos corpos,
Eram meros escravos do nosso querer.

A saudade, esqueceu-se,
E entendeu que o tempo é relativo:
Ora constrói, Ora destrói,
E, nosso amor acompanhou-o...pois passou!

Antes e durante, fui criança machucada,
Ás vezes chorando, porém, sempre esperando
Por ti, que não cuidou da ferida
Que inflamou e ao sentimento matou.

Você que nunca chorava,
Só ás vezes me ligava,
Venceu tua frieza mórbida,
Perdeu o que era nosso...só nosso!

Houve segundos - breves instantes -
Que te notava tão humana
Mas, tua imaturidade te amordaça
E o silêncio, era tua única moeda de troca.

Muito morri por ti, amor
Sofri em um choro que te gritava no vácuo
Me agarrei em um filme sem cor,
Que só meu coração assistia colorido.

A vida me trouxe novidades,
E me contou novas histórias
Com finais bem mais felizes,
E ao que diz respeito à ti?

Já passou, amor...já passou...
Allan Castro
Enviado por Allan Castro em 06/12/2007
Reeditado em 03/03/2008
Código do texto: T767451

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor e naturalidade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Allan Castro
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
45 textos (3793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 07:47)
Allan Castro