Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ando Acompanhado e Estou Sozinho.


Sentimentos gélidos, frios de solidão,
Caminhos de espinhos, argueiro no coração,
Paixão maldita que invade corações,
Relações onde não há realizações,
Grades de insegurança,
Certificam seguramente sua vulnerabilidade.
Sentimentos não correspondidos,
Sentidos solitários,
Não dão vazão ao que deveria ser amor,
Dentro de um coração.
Compreende-se que amor solitário
Apenas é obsessão.
Entra-lhe o que falta, ao sinal
De sentimento, doar-se a si mesma,
Investir-se sem medo e
Comprometer-se com afinco.
Cada plano de minha vida,
Você estava em cada vírgula,
Mas nos planos da sua,
A inicial do meu nome não se encontra,
Nem no ponto da última linha.
Coração vagabundo se doa a qualquer no mundo,
Mente astuciosa, se previne
Sem alguma demora.
Amar é dividir um sentimento egoísta,
Primeiro você sente e depois faz outro sentir,
Não há amor sem primeiro ser amado,
Auto-satisfação de satisfazer a outrem,
Prazer que se sente em dar prazer.
Ando acompanhado neste caminho,
Olhei para os lados e me vi sozinho,
Quero sentir amor outra vez
E deixar de uma vez essa obsessão
De sofrer por quem não me dá esse prazer.
Mudo e volto ao rumo do meu próprio caminho,
Se eu olhar para os lados
E alguém não estiver ao meu,
Farei o que é mais importante,
Me amar, para um outro mesmo,
Como a mim, amar.

Jocca Zêmiph
Jocca Zêmiph
Enviado por Jocca Zêmiph em 25/04/2008
Código do texto: T961724

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Jocca Zêmiph
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
76 textos (10360 leituras)
1 e-livros (30 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 15:43)
Jocca Zêmiph