Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha pequenez

É triste, mas descobri,
que ser Cristão, não foi o que eu fiz,
que ser Cristão, não foi o que eu pensei,
como é difícil ser uma criança,
como é difícil dar sem receber,
se eu não me amo,
como pude te oferecer amor?
o quão grande pecador eu sou,
o tamanho da minha pequenez.

É triste mas descobri,
que ser Cristão, não é dizer eu acredito,
que ser Cristão, não é ser devoto aos domingos,
como é difícil amar de todo coração,
um Deus que não se pode ver,
mas o seu toque me curou,
e eu acredito, eu o amo,
mesmo as vezes vivendo em pecado,
mas pedindo a sua graça pra me levantar.

Imagino como foi difícil,
conquistar um coração que não te amava,
imagino como foi difícil,
me ver virando as costas a Ti,
sem ao menos hesitar, ou pensar,
eu imagino, quantas vezes chorou por mim?
eu imagino, quanto tempo sonhou com isso?
não foi difícil ser conquistado por Você,
bastou o seu amor tocar esse coração amargurado.

E hoje, nos meus tropeços,
enxergo o inimigo, me perseguindo,
como quem não quer perder o seu brinquedo,
e eu, como quem não se desapegou ainda do mundo,
me deixo levar pelas façanhas do inimigo,
e percebo então, que sou mais pequeno do que imaginei,
mas estou aqui, com podridão do meu ser,
com meus pecados aos Teus olhos que tudo vê,
e te peço, misericórdia desse pobre pecador.
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 12/05/2008
Código do texto: T986094

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 32 anos
74 textos (12411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 23:32)
Thiaguinhu