Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Poema

                        Ao Ilustre Senhor
                       
                       ANTÔNIO TORRES

         Membro imortal da Academia Brasileira de Letras.


  nosso Senhor do Bonfim
  eu Vos peço inspiração
  me dê algumas palavras
  e muita imaginação
  pra contar uma historinha
  sobre um escritor do sertão

                    perdoe-me, não sou poeta
                    para bonito escrever
                    só quero aqui registrar
                    a quem possa merecer
                    uma singela homenagem
                    a um homem de bem-querer

"era uma vez um menino
nascido na velha Bahia
criado no meio da roça
tal como a pobreza o queria
ele tinha um só pensamento
o de ser escritor... um dia

                        seu princípio religioso
                        começou numa sacristia
                        como ajudante de padre
                        assim sua mãe o bendizia
                        E, balançando um turíbulo
                        contentamente sorria

 terminada a cerimônia
 para a roça ia trabalhar
 de sol-a-sol na enxada
 para fome não lhe alcançar
 mas no intervalo da lida
 só pensava em estudar

                        todos davam àquele jovem
                        uma especial atenção
                        pois ele se destacava
                        em meio à multidão.
                        como um menino prodígio
                        na fala e na oração

quem ouvia o seu discurso
só tinha a elogiar
a sua garbosa eloquência
num rico palavrear
com pura literatura
para todos o admirar

                        bem novinho foi chamado
                        para ser  escrevinhador
                        de cartas pra analfabetos
                        que lhes pediam em favor
                        Para noticiar aos parentes
                        viventes no exterior

- menino, tu és porreta
dizia-lhe o vovô Adelino
incentivando-o às letras
como a profetizar seu destino
e assim se fez realidade
és um escritor nordestino

                        sim, brasileiro e nordestino
                        com muito brio e valor
                        escrevendo sutilmente
                        para se ler com fervor
                        e aquele vil tabaréu
                        virou um famoso escritor

de nome, fama e  renome
o mundo o conhece bem
suas obras ganham peso
nas Academias também
auferindo-lhe prêmios e méritos
por este mundo além

            em terras de ultramar
            seus escritos são bem lidos
            muito mais do que aqui
            onde fostes concebido
            também cá ganhastes premios
            sois devera reconhecido

'Essa Terra' é o romance
 que primeiro ele escreveu
 é uma história fulgurante
 uma foto do mundo seu
 é um lírico poema-em-conto
 do lugar onde nasceu

                  esta obra está escrita
                  em muita língua estrangeira
                  contando pra todo mundo
                  de uma trama derradeira
                  é a história de um suicida
                  que enlutou a família inteira

'Essa Terra' é muito rica
tem de tudo o que se quer
é uma história mui bonita
com dramas da cabeça ao pé
tem dor, alegria e vida;
tem tristeza, saudade e fé

                        - caríssimo Antônio Torres
                        entre nós, o sempre Tote
                        um apelido de infância
                        um brinde, um grande dote
                        suas letras e sua arte
                        são para nós uma sorte

        Senhor do Bonfim, Te agradeço
         pois acho que consegui
         com palavras muito simples
         escrever o que eu senti
         sobre o ilustre brasileiro
          do lugar onde eu nasci"
 
     

José Pedreira da Cruz
Enviado por José Pedreira da Cruz em 02/04/2006
Reeditado em 14/04/2020
Código do texto: T132644
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
José Pedreira da Cruz
São Paulo - São Paulo - Brasil
139 textos (10593 leituras)
3 e-livros (242 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/04/21 07:54)
José Pedreira da Cruz