Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu mar, minha flor


Tenho saudades do mar do norte,
Deixei por lá a mais linda das flores,
Do mais lindo jardim daquele canto gelado,
Ainda assim, tive o calor do teu afago.

Pude abraçar-te, matar a saudade,
Se é que saudade se mata.
Dei vida a um botão...
Hoje uma flor que embriaga-me com o teu perfume.

Tive que voltar pro meu sertão, pro meu gerais querido,
Retomar a caminhada de antes.
Rever outras flores, n’outros jardins de encantos.

Saio sem lágrimas, sem dor, só um aperto n’alma, um até mais vê,
Volto em paz, deixo minha flor nas mãos de um nobre jardineiro.
Nosso amor é eterno, é pra todo o sempre.
antoniosantana
Enviado por antoniosantana em 26/05/2009
Código do texto: T1615761


Comentários

Sobre o autor
antoniosantana
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
124 textos (8449 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 19:54)
antoniosantana