Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Laika*

Bailas ainda feliz por sobre as asas do tempo
Como um parasita com o corpo já velho, cansado e lento
E se alegra. Alegria tal que tiras apenas por poder estar vivo
De não querer da vida nada mais do que isso

E mostras, por vezes, o verdadeiro sentido da vida
De não ter pecado, pudor, inveja, rancor, dúvida
É tão simples. Você realmente sabe viver.
É tão simples que não entendo como pude esquecer

E por você ser assim entende o universo
Mas eu não. Eu sou pseudo-complexo
Não entendo de humildade e penso ser feliz
Guardando pela eternidade uma profunda cicatriz.

Pra quê servem seus pés, se não pra pisar o chão?
Ensine os meus. Estes só sabem correr sem atenção
E pra quê serve sua boca, se não pra comer?
E a minha, se não pra calar e obedecer?

E, entre você e eu, essa responsabilidade mútua
Menos da minha parte, sempre mais da sua
Cuidei de você até aqui, e você de mim
No entanto, sejamos assim até o nosso fim

*Minha eterna cadela, que ficou na família a mais de 19 anos, um grande animal, mas que infelizmente, devido a um câncer, veio a óbito em 13 de Janeiro de 2010.
Guilherme L Mattje
Enviado por Guilherme L Mattje em 30/01/2007
Reeditado em 13/01/2010
Código do texto: T363328
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Guilherme L Mattje
São José - Santa Catarina - Brasil, 33 anos
72 textos (2751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 13:29)
Guilherme L Mattje