Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Aquela menina:




aquela menina
que todo dia vinha
sentava naquele banco
daquela velha pracinha
sempre trazia na mão um caderno
um toco de lápis para escrever
ali ela fazia rabiscos
que ela chamava de canções
mostrava para as pessoas
depois as rasgava, jogando fora.
aquela não era a canção que ela queria
mas um dia finalmente aconteceu
sua canção não conseguiu escrever
mas escreveu uma linda poesia
aqueles eram os primeiros versos.
saídos de sua alma
ela então falou de Deus
falou de amizade, de amor e paz.
falou de esperanças,
então chorou pela a primeira vez
pois até então, aquela menina não chorara.
entre as lagrimas via Jesus, que lhe acenava.
e lhe mostrava um mundo novo, a sua frente.
hoje aquela menina já é adulta
seus rabiscos deixaram de ser canções
para serem mensagens de amor.

É só um poema, mas eu dedico a uma pessoa em especial,
eu dedico a você minha querida amiga, “Lisiane Jambo”
que Deus esteja com você hoje amanha e sempre,
um abraço e um beijo no seu coração...

Balneário dos prazeres: 16/02/2007




Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 17/02/2007
Código do texto: T384092
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (155075 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 12:30)
Volnei Rijo Braga